Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Andanças

por diariodeumabarriga, em 31.03.13

Relato das últimas horas:

 

Depois de subir, descer, anda de um lado para o outro com chuva, estar de pé e até cantar um bocadinho...eis que a minha barriga não pára. Pronto, não pára e não quer parar! Qual é a sensação? Alguns momentos de calor seguidos de barriga rija e alguma falta de ar, dificuldade em andar, principalmente nos momentos de barriga rija e continuação de uma fome descomunal. O que é que posso fazer? Já fiz. O marido já viu quando é que muda a lua (dizem que influencia...e só por acaso muda dia 10 e eu tenho consulta dia 8), respiro fundo e espero que não seja hoje que amanhã tenho um trabalho para fazer, tratar de assuntos na Junta de Freguesia e terça tenho uma apresentação. Portanto, quando te disse que já podes (sim, estou a falar contigo pimpolho), não queria dizer que era agorinha!!! Vá, se quiseres eu também não te prendo...mas tenta ser um bocadinho compreensivo, 'tá?

 

Relato actual:

 

Já não sei o que fazer para que isto passe! Não é que doa, porque não dói...mas incomódo que só visto!

 

Olhem, só peço uma horinha pequenina, ou um quarto de hora que é melhor.

publicado às 23:55

Já podes!

por diariodeumabarriga, em 29.03.13

Eu sei que tinha dito que o prazo era a segunda-feira passada...mas pronto, houve uma pequena alteração nos planos e hoje, finalmente, o quarto está pronto!!!

 

Foram 4horas bastante cansativas, admito...mas agora sinto-me descansada. Do género "ei!Já podes vir!!!"...e sim, só me apetece estar sentada no meio do quarto a olhar para tudo! O que mais me orgulha é que não são coisas compradas...foi tudo feito pelos meus pais (avós do pimpolho portanto). Desde a mesinha de cabeceira, aos cortinados, candeeiros e decorações de parede!

A cama também já está no nosso quarto e com espaço!!! Portanto, a partir de hoje e durante aproximadamente 12 meses (não é?) vou ter aquela caminha ao meu lado, vou poder acordar a meio da noite e olhar para ela. Se bem que me parece que até ao pimpolho nascer não vou acordar muito...Agora que tenho tudo prontinho já consigo dormir descansada!

 

Só tenho uma coisa a dizer...Já podes!!

publicado às 21:30

A continuação do quarto

por diariodeumabarriga, em 26.03.13

Pois que o quarto já está a começar a ganhar forma, vá...do que se podia fazer já ganhou forma! Armários nos sítios, puxadores colocados (e bem fofos que ficam) e cortinados postos...dito desta forma nem falta muita coisa! Ora bem, o candeeiro de tecto já está prontinho e só falta vir cá para casa e ser pendurado (merece 1020 fotos de tão giro que está!). A mesa de cabeceira penso que está quase quase! O cestinho da roupa suja personalizado também está para chegar. Portanto está tudo bastante bem encaminhado!

 

Surge então um pequenino problema! Vá, não é assim tão pequenino...onde é que se põe a cama do bebé? Eu digo que tem que ficar do lado da janela, o marido diz que não cabe...e realmente espaço não é o que há mais! Mas ela vai ficar lá, juro que vai! Só ainda não sei como, por isso: Pimpolho se me estás a ouvir aguenta-te mais um tempinho até termos solução!!! Para além do problema de espaço, alguém (e a sério que não fui eu) decidiu montar a cama no quarto do bebé...digamos que agora não passa na porta e tem que se desmontar para ir para o nosso quarto...

 

Seja o que os santinhos quiserem...enquanto isso, o tempo continua na mesma.

publicado às 13:27

Próxima etapa

por diariodeumabarriga, em 22.03.13

Uma vez que amanhã faço 34 semanas, acabei de me propôr a ter o quarto do pimpolho pronto até segunda-feira!

 

Vejamos, não é que falte muito mas também não falta pouco...tendo em conta que é preciso mudar a cama do meu quarto para que a cama do bebé tenha espaço ao lado...situação que implica furos e cenas dessas que eu não sei fazer mas quero feito. É preciso comprar o candeeiro que vai ser decorado com os mesmos motivos dos cortinados...falta pôr os móveis no sítio, colocar puxadores no armário e deixar tudo num brinco! Depois fecha-se a porta e descansa-se, ou então conta-se as horas (que nunca mais passam) até ao grande momento.

 

Mãos à obra!

publicado às 12:54

Meia dúzia de coisas que me punham nervosa...

por diariodeumabarriga, em 20.03.13

Depois de uns dias fora...cá vai a continuação!

 

Ora bem, onde é que eu ia? Pois, no início (ainda!)...para concluir esse capítulo, só tenho a dizer que apesar de ter o sono de um camião, uns apetites ligeiramente estranhos e estar mais temperamental do que sei lá o quê apenas acreditei que realmente era verdade quando vi o pimpolho na ecografia! E não, não tive enjoos...por muito que nem toda a gente acredite!

Pois bem, desde aí tem sido uma aventura constante! A minha cabeça ficou uma espécie de turbilhão com olhos e ainda tem alturas que volta ao mesmo emaranhado de ideias (ou falta delas!)... ainda assim, as coisas estão a ganhar um rumo e isso deixa-me satisfeita! Vejamos, já me habituei à barriga (sim, isto de não ter sensores fazia com que não tivesse bem noção do tamanho da viatura)...apesar da mobilidade estar reduzida, sinto que já estive pior! Por vezes chego a pensar que a minha barriga até diminuiu de tamanho nestas últimas semanas...e não é que goste da ideia, mas intriga-me mais olhar para as barrigas das outras grávidas quando vou à maternidade, que têm menos semanas do que eu, e que são quase o dobro da minha!!Será que vão ter gémeos? O que me costumam dizer é que eu SÓ tenho mesmo a barriga, que de costas nem se nota que estou grávida (e já lá vão quase 34 semanas!) mas ainda assim, não entendo...tenho a sensação que o pimpolho está bastante desconfortável aqui dentro (tendo em conta que o médico diz que ele é grande!e eu não...), apesar de estar quentinho e descansadinho!

Fora a barriga, o facto de a minha maternidade proporcionar uma visita guiada ao edifício também me fez ficar mais descansada! Eu sou uma pessoa que tem a extrema necessidade de ter tudo, mas mesmo tudinho, controlado (quem diria, han?!)...e o facto de pensar que se tivesse que ir para a maternidade não sabia ao certo como é que tudo se processava (então e eu espero onde? e a roupa vai para onde? onde é a sala de partos? qual é o horário das visitas?quanto tempo é que o pai pode estar ao pé?e por aí fora...) deixava-me ainda mais nervosa! No sentido de que não estava familiarizada com o espaço físico...ainda que em termos de profissionais tenha a máxima confiança!

E a mala? Ai...essa foi das maiores dores de cabeça! "Porque esta mala é pequena!", "Mas o quarto tem pouco espaço, não vou levar a casa atrás!", "Mas não cabe tudo"...enfim! Finalmente, primeira roupa escolhida, gel de banho comprado, fraldas arrumadas, camisas de dormir prontas...tudinho dentro da mala! De facto, não é que a mala seja grande mas as coisas estão lá todas e é o que importa!

 

Agora...só falta acabar o quarto! Quando o homem da casa decidir a arrumar a tralha toda que por lá anda...até lá, espero que tudo corra pelo melhor!

publicado às 21:49

Vamos lá recuar um bocadinho

por diariodeumabarriga, em 14.03.13

Uma vez que o tempo já vai avançado, o melhor é pôr mãos à obra e fazer um flashback pelas semanas que já passaram... não vai ser um relato exaustivo de tudinho o que se passou até porque, tenho que ser sincera, houve alturas (ainda que poucas) em que nada aconteceu!

 

Não vou dizer que tenha sido planeado, porque não foi. Não vou dizer que foi a melhor notícia do mundo, porque não foi. Também não vou dizer que foi fácil de processar a informação porque isso de certezinha absoluta que não foi! Mas, apesar disso, é desejado e isso faz-me encarar todo o resto como um "seja o que Deus quiser". Assim sendo, vamos lá organizar ideias...foi um acidente (na altura) e que eu tentei não pensar! Estava com aquela ideia de "vá, não penses muito nisso que não aconteceu nada" e na qual acredito ser uma forte candidata a um Doutoramento Honoris Causa. Tanto é que a confirmação não veio pelo método tradicional do teste de gravidez...mas sim por uma ecografia aos rins (!!!) onde já deu para ver aquele pimpolho, ainda que pequeno (pois é claro). Acho que nunca chorei tanto como nesse fim-de-semana (eu e o pai da criança, está claro) mas o facto de ter a família toda a apoiar-me fez-me ver que apesar de não ser na altura ideal (qual é essa altura?) não deixava de ser uma notícia maravilhosa! E pronto...num fim-de-semana decidimos data de casório (que já era algo que queriamos, sendo apenas apressado!), em 3 semanas preparou-se um casamento (abençoada mãe que ainda estou para descobrir como conseguiu!), arranjou-se a casa e casou-se.

 

Por incrível que pareça, um dia depois do casamento a barriga começou a crescer que só visto!

publicado às 13:07

Então é assim...

por diariodeumabarriga, em 14.03.13

Então é assim, quase 33 semanas e um bebé já com 1,7kg... Não sei se será uma graaande razão para criar um blog, mas é a minha e isso chega-me! 

Para além disso, a vontade tremenda de conhecer este pequeno pimpolho de nariz arrebitado que já recebe apostas sobre a quem é que sai e o facto de a contagem decrescente (agora) demorar cada vez mais a passar fazem com que precise de "deitar cá para fora" o misto de sentimentos, dúvidas e anseios que penso serem normais de qualquer mãe! Pelo menos quando se trata do primeiro filho...

publicado às 12:22


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Quem por cá passa


Facebook